Busca

Blog do CesarPB

Delírios Criativos, Mídia Digital e outras bobagens.

mês

dezembro 2011

Que os políticos separatistas tenham o mesmo fim que suas ideias

O resultado deste plebiscito não é pra ser comemorado. É pra ser pensado, avaliado. Dizer que a separação só interessa a poucos políticos com ambições pessoais maiores do que o interesse público é uma maneira de tapar o sol com a peneira. É preciso sim de uma política menos excludente e que promova, de fato, a integração de todas as regiões e o desenvolvimento sem desigualdades.
Mas é fato que os políticos que pregaram a separação já foram prefeitos ou são deputados eleitos pelos principais municípios das regiões separatistas. São políticos que poderiam ter feito a diferença para a população dessas regiões e não fizeram, pois sempre usaram a miséria e o atrazo dessas regiões como matéria prima para o fermento das ideias separatistas: quanto menos fizessem para a população, mais a insatisfação da sociedade fazia crescer a massa do bolo.
Iludiam o povo com a ideia da separação e iludiam a eles mesmos com a ambição de governarem os novos Estados. Aliás, os “seus” Estados. Foram anos e anos de ilusão.
Hoje, com o resultado do sonhado plesbicito, a receita desandou, a massa sentou e os delirantes sonhos murcharam.
Agora, sem a ideia da separação do Estado para alimentar a carreira política desses senhores, talvez seja possível que o Pará encontre um caminho para crescer em paz, livre de ideias retrógradas e eleitoreiras.
Agora, sem a ilusão da separação como solução de todas as mazelas, pode ser que nossos irmãos do sudeste e do oeste busquem lideranças políticas capazes de unir e não de separar. Lideranças capazes de conquistar votos pregando o desenvolvimento sustentável e não sustentando seus mandatos com o subdesenvolvimento e com a miséria.
Que os políticos separatistas tenham o mesmo fim que as suas ideias tiveram hoje.
Só assim o Pará será capaz de virar essa página, definitivamente, e começar a reescrever a sua história.

Anúncios

Multi-touch Glass Keyboard

http://tpt.to/a2bPk3J

Clica aí em cima pra você ver o design e a tecnologia caminhando de mãos dadas. E não é nada saído da lunha de montagem da Apple. Muito pelo contrário: o software é opens source. Sim, existe vida bela e inteligente fora de Cupertino, sim.

Blog no WordPress.com.

Acima ↑